Publicidade

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Pesquisadores comprovam que o 3º maior cajueiro do mundo é o de Jaçanã/RN

Pesquisadores do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (IDEMA) e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) comprovaram esta semana que o cajueiro de Jaçanã/RN, é mesmo o terceiro maior do mundo.
Desde junho do ano passado (2017), uma equipe de especialistas tem se debruçado sobre o cajueiro para comprovar que de fato, o Cajueiro do sítio Boca da Mata é o terceiro maior.
Para isso, uma equipe do laboratório de biologia molecular e de estudos de injúrias biológicas da UFRN, que chefia a equipe que investiga o caso, identificou através de um sequenciamento genético que o cajueiro é da mesma espécie.
O Secretário de Turismo de Jaçanã, Robson Guedes, contou que a pesquisa foi solicitada já com a suspeita de que o cajueiro de Jaçanã seria mesmo o terceiro maior do mundo, tendo em vista, que essa opinião dividia moradores por não ser um fato comprovado cientificamente.
O trabalho de pesquisa, segundo ele, foi apenas para se ter uma amostra mais fidedigna sobre a extensão do “Cajueiro”, e assim permitir que o município possa utilizar o título de terceiro maior cajueiro do mundo e transformá-lo num atrativo turístico.
"Nós temos que tratar esse título com carinho, até porque isso vai trazer muitos benefícios tanto para o setor turístico quanto para a economia do nosso município. Principalmente agora que recebemos os resultados dos testes realizados pelo IDEMA. A ideia é colocar para frente projetos para fazer de lá um grande centro de lazer e turismo", disse.

Ascom | Fonte: Secretaria de Turismo e Cultura




Nenhum comentário:

Postar um comentário